Os três principais aspectos do caminho

UM LAMRIM CONDENSADO POR JE TSONGKHAPA

Homenagem ao Venerável Guia Espiritual

Explicarei o melhor que puder
O significado essencial de todos os ensinamentos do Conquistador,
O caminho louvado pelos sagrados Bodhisattvas
E a porta para os afortunados à procura de libertação.

Tu que não és apegado às alegrias do samsara,
Mas que te esforças para tornar tuas liberdades e dotes significativos,
Ó afortunado, cuja mente está consagrada aos caminhos que agradam os Conquistadores,
Por favor, ouve com mente clara.

Sem pura renúncia, não há meio de apaziguar
O apego pelos prazeres do samsara.
E como os seres vivos estão fortemente presos ao samsara pelo desejo,
Começa buscando renúncia.

Liberdades e dotes são difíceis de encontrar e não há tempo a perder.
Familiarizando a mente com isso, supera o apego por esta vida,
E contemplando repetidamente as ações e seus efeitos
E os sofrimentos do samsara, supera o apego por vidas futuras.

Quando, por assim contemplar, o desejo pelos prazeres do samsara
Não surgir sequer por um instante,
Mas uma mente ávida por libertação surgir ao longo do dia e da noite,
Então, renúncia terá sido gerada.

Contudo, se essa renúncia não for mantida
Pela bodichita completamente pura,
Ela não será causa da perfeita felicidade da iluminação insuperável;
Logo, o sábio gera uma suprema bodichita.

Arrastadas pela correnteza dos quatro poderosos rios,
Fortemente atadas pelos grilhões do carma, tão difíceis de romper,
Capturadas nas malhas de ferro do agarramento ao em si,
Completamente envolvidas pela escuridão do breu da ignorância,

Renascendo vezes sem conta no ilimitado samsara
E incessantemente atormentadas pelos três sofrimentos –
Ao contemplar o estado de tuas mães em condições como essas,
Gera a suprema mente [da bodhichitta].

Porém, embora possas estar familiarizado com renúncia e bodhichitta,
Se não possuíres a sabedoria de compreender como as coisas realmente são,
Não conseguirás cortar a raiz do samsara;
Assim, empenha-te em aplicar os métodos para realizar a relação-dependente.

Quem quer que negue o objeto concebido do agarramento ao em si
E, além disso, enxergue a infalibilidade de causa e efeito
De todos os fenômenos no samsara e no nirvana,
Terá ingressado no caminho que agrada aos Budas.

A aparência dependente-relacionada é infalível,
E a vacuidade, inexprimível;
Enquanto o significado de ambas parecer separado,
Tu não terás ainda realizado a intenção de Buda.

Quando elas surgirem como uma, não de modo alternado, mas simultâneo,
Por meramente ver o relacionamento dependente infalível,
Virá um certo conhecimento que destrói todo agarramento pelos objetos.
Nesse momento, a análise da visão terá se completado.

Ademais, quando o extremo da existência for dissipado pela aparência,
E o extremo da não-existência for dissipado pela vacuidade,
E tu entenderes como a vacuidade é percebida como causa e efeito,
Não mais serás cativado por visões extremas.

Quando, desse modo, tiveres entendido corretamente os pontos essenciais
Dos três principais aspectos do caminho,
Caro amigo, retira-te em solidão, gera um intenso esforço
E realiza rapidamente a meta final.

Tradução © Geshe Kelsang Gyatso & Nova Tradição Kadampa