Budismo Kadampa

O site oficial da Nova Tradição Kadampa -
União Budista Kadampa Internacional
Fundador: Venerável Geshe Kelsang Gyatso

Sessão de Meditação

Uma sessão de meditação qualificada tem 5 partes:

Preparação
Contemplação
Meditação
Dedicatória
Prática subsequente

Começamos com as práticas preparatórias, que visam preparar nossa mente para uma meditação bem-sucedida, purificando-a de impedimentos causados por ações negativas anteriores, fortalecendo-a com mérito e inspirando-a com bênçãos dos Budas e Bodissatvas.

Você pode fazer as práticas preparatórias recitando a sadana Preces para Meditação enquanto contempla seu significado.

Outra alternativa seria recitar apenas a prece especial para Buda composta por Geshe Kelsang Gyatso

O objetivo de contemplar é conseguir trazer à nossa mente o objeto sobre o qual vamos meditar. Para tanto, devemos refletir sobre vários argumentos, contemplar analogias e pensar sobre as escrituras.

É proveitoso memorizarmos as contemplações fornecidas no Novo Manual de Meditação, para que possamos meditar sem recorrer ao texto.

As contemplações apresentadas no livro são apenas diretrizes, que podem ser completadas e enriquecidas com outros argumentos e exemplos que nos pareçam úteis.

Quando, por meio de contemplação, o objeto nos aparecer com clareza, deixaremos a meditação analítica e nos concentraremos nele unifocadamente. Essa concentração unifocalizada é a terceira parte da prática, a meditação propriamente dita.

De início, quando começamos a meditar, nossa concentração é fraca; somos distraídos com facilidade e freqüentemente perdemos nosso objeto de meditação. Portanto, é provável que inicialmente tenhamos que alternar entre contemplação e meditação posicionada muitas vezes em cada sessão.

Para meditar sobre compaixão, por exemplo, começamos contemplando os diversos sofrimentos dos seres sencientes, até que uma forte sensação de compaixão surja em nosso coração. Quando ela surgir, meditamos unifocadamente sobre isso.

Se a sensação diminuir ou a mente for desviada para outro objeto, retomaremos a meditação analítica a fim de restaurá-la. Depois de conseguir isso, voltaremos a reter a sensação com uma concentração unifocalizada.

Tanto a contemplação como a meditação servem para familiarizar nossa mente com objetos virtuosos. Quanto mais familiarizados estivermos com esses objetos, maior será nossa serenidade.

Treinando em meditação e vivendo de acordo com os insights e as resoluções desenvolvidas durante o treino meditativo, conseguiremos manter nossa paz mental continuamente, ao longo de toda a vida.

Mais informações detalhadas sobre contemplação e sobre meditação em geral podem ser encontradas em Novo manual de meditação, Introdução ao budismo, Transforme sua vida, Caminho alegre da boa fortuna, e Compaixão Universal.

A dedicatória direciona o mérito produzido pela meditação à conquista da budeidade. Mérito não dedicado é facilmente destruído pela raiva. Recitando as preces dedicatórias com sinceridade no final de cada sessão, garantimos que o mérito criado pela meditação não será desperdiçado, mas atuará como causa de iluminação.

Trata-se de um conselho sobre como incorporar a meditação em nossa vida cotidiana. É importante lembrar que a prática de Darma não se limita a atividades durante a sessão de meditação; ela deve permear toda a nossa vida.

Não devemos permitir que se crie um fosso entre meditação e cotidiano, pois o sucesso da meditação depende da pureza de nossa conduta fora dela.

Devemos estar atentos à nossa mente o tempo todo, aplicando contínua-lembrança, vigilância e conscienciosidade; e precisamos tentar abandonar todos os nossos maus hábitos.

Profunda experiência de Darma é conseqüência de treino prático durante um longo período, dentro e fora da meditação. Sem pressa de obter resultados, devemos praticar com constância e moderação.

Em resumo, nossa mente é como um campo. Executar as preparatórias é como preparar o terreno, removendo os obstáculos causados por ações negativas passadas, fertilizando-o com mérito e regando-o com as bênçãos dos seres sagrados. Contemplar e meditar equivale a plantar boas sementes. Por fim, a dedicatória e as práticas subseqüentes são os métodos para que nossa colheita de realizações de Darma amadureça.

O espaço de aprendizagem

O espaço de aprendizagem

Como Meditar
Retiro de Meditação
Sugestão para um programa de retiros
Sessão de Meditação
Preparação para Meditar
Postura de Meditação
Convicções Budistas
O que é mente?
Reencarnação
Compaixão
Renúncia
Carma
Sobre Buda
Os Ensinamentos de Buda
A Iluminação de Buda
Ordenação de Buda
Renúncia de Buda
O Nascimento de Buda
Mais
Glossário de termos budistas
Arte budista
Sobre o Tantra
Livros sobre o tantra
Mestres Tântricos
Apego & Tantra
Níveis do Tantra
Tantra autêntico
Sobre o Darma
Publicações sobre o Darma
Centros de Darma
A prática do Darma
A Roda do Darma
Budadarma