Perceber que não preciso me preocupar

Sharon

Tive alguma curiosidade desde o início com o budismo. Fiz um curso puramente acadêmico – não houve meditação alguma, mas aprendi sobre a vacuidade, o que achei muito legal. Nunca aprendi, porém, como acessar uma mente pacífica.
Sempre tive muita ansiedade em minha vida, junto com uma leve depressão, e isso começou a piorar quando estávamos nos inscrevendo no ensino médio para meu filho mais velho. Foi tão estressante que minha mão tremia de ansiedade. Enquanto isso, meu marido começou a aprender a meditar. Tornou-se “coisa dele”. Ele nunca havia me pressionado, mas agora estava me encorajando a dar uma olhada. Comecei a frequentar as aulas do Programa Geral e a cada uma delas me sentia um pouco melhor. Depois de um tempo, percebi “isso está realmente me ajudando”, então comecei a ir todas as semanas sem falhar.
Havia uma gravação de aula que devo ter ouvido centenas de vezes. Chamava-se “Tornando-se a pessoa que você deseja ser”. Durante a aula, Kadam Morten pergunta por que insistimos em acordar ansiosos — por que fazemos isso com nós mesmos? Pensei comigo mesmo: “ah, porque pensamos que esta é a nossa realidade”. Naquele momento algo mudou. Uma porta se abriu em minha mente – percebi que tenho opções. Até então, eu era uma pessoa que vivenciava a vida de uma certa maneira, com muita ansiedade e um pouco de depressão – um peso em relação a certas coisas. Eu senti que isso era verdade – era quem eu realmente era. Então, de repente, pude ver que isso não é necessariamente quem eu sou, é apenas um pensamento que estou tendo. Eu poderia ter pensamentos diferentes. A qualquer momento, tenho flexibilidade. Quero me preocupar com algo 24 horas por dia, 7 dias por semana? Se não o fizer, posso desconsiderar os pensamentos.
Ainda estou no processo de me livrar da ansiedade, mas agora é totalmente diferente para mim. É uma coisa linda perceber que você não precisa se preocupar.

Sharon

Sharon participa do Centro de Meditação Kadampa em Nova York
Encontre um Centro Kadampa perto de você.

Share Your Dharma Journey

If you have a personal story about the positive impact of Dharma in your life and would like to share it with the community, please feel free to reach out to us. You can submit your story by emailing it to [email protected]. We look forward to hearing from you and sharing your inspiring journey with others.