Budismo Kadampa

O site oficial da Nova Tradição Kadampa -
União Budista Kadampa Internacional
Fundador: Venerável Geshe Kelsang Gyatso

Caminho alegre da boa fortuna

Caminho alegre da boa fortuna

O completo caminho budista à iluminação

Geshe Kelsang Gyatso

compre este livro online

leiaum trecho

Todos nós temos o potencial para nos transformar e uma capacidade ilimitada para desenvolver boas qualidades, mas para realizar esse potencial precisamos saber o que fazer a cada etapa da nossa jornada espiritual.

Com esse livro, Geshe Kelsang Gyatso nos oferece orientações, passo-a-passo, sobre práticas de meditação que nos conduzem à paz interior e à felicidade permanente.

Com extraordiária clareza, ele expõe todos os ensinamentos de Buda, para que sejam colocados em prática. Suas explicações são enriquecidas com histórias e analogias inspiradoras.

Seguindo essas instruções práticas, poderemos experienciar pessoalmente a alegria de praticar de maneira clara e estruturada o caminho à plena iluminação.

“Este livro é de um valor inestimável.” — WORLD RELIGION


Compre este livro en Tharpa Brasil


Extrair o máximo proveito dae nossa vida humana

Quando meditamos no grande valor e na raridade desta preciosa vida humana, fazemos a meditação analítica que nos faz gerar a forte determinação de não desperdiçar nem um minuto de nossa vida humana e de usá-la plenamente, colocando o Darma em prática. Quando essa determinação surge com clareza em nossa mente, devemos retê-la como objeto de meditação posicionada, familiarizando-nos cada vez com ela.

Embora tenhamos uma preciosa vida humana com todas liberdades e dotes, ainda assim podemos achar difícil praticar o Darma puramente, pois talvez não tenhamos outras liberdades, como o tempo para nos dedicar ao estudo e à meditação.
É raro encontrar alguém que possui todas as condições ideais. No entanto, o impedimento mais grave ao nosso desenvolvimento espiritual é não conseguir o forte desejo de praticar. Je Tongkhapa disse que, para gerar o desejo de tirar o pleno partido desta vida com todas as suas liberdades e dotes, devemos meditar em quatro pontos:

Preciso praticar o Darma,
Posso praticar o Darma,
Tenho de praticar o Darma nesta vida,
Tenho de praticar o Darma agora.

Para gerar o desejo de praticar o Darma, começamos por reconhecer a necessidade de fazê-lo. Para isso meditamos:

Preciso praticar o Darma porque quero ser feliz e evitar o sofrimento, e a prática do Darma é o único método perfeito pra atingir tais alvos. Se fizer isso, eliminarei todos os meus problemas e me tornarei capaz de ajudar os outros.

Embora entendendo a necessidade de praticar o Darma, ainda assim podemos pensar que não somos capazes de fazê-lo. Para superar tal hesitação e nos convencer de que, por termos todas condições necessárias, certamente somos capazes de praticar o Darma, meditamos:

Agora tenho uma preciosa vida humana com todas as suas liberdades e dotes. Também disponho de todas as condições exteriores indispensáveis, como ter uma Guia Espiritual plenamente qualificado. Não existe nenhuma razão que me impeça de praticar o Darma.

Apesar de entender a necessidade de praticar o Darma e nos sentirmos capazes de fazê-lo, podemos continuar a adira, pensando que iremos praticar em alguma vida futura. Para superar a preguiça de procrastinação, devemos lembrar que, por ser muito difícil de obter outra preciosa vida humana, temos de praticar agora, nesta vida.

Mesmo percebendo que temos que praticar na vida atual, ainda podemos achar que a prática pode ser adiada até a aposentadoria. Para superar tal acomodamento, precisamos lembrar que a hora da morte é totalmente incerta; assim sendo, a única hora de praticar é precisamente agora.

Desse modo, chegaremos a quatro resoluções:

Vou praticar o Darma,
Posso praticar o Darma,
Vou praticar o Darma nesta vida,
Vou praticar o Darma agora mesmo.

Essas quatro resoluções são inestimáveis, porque nos fazem gerar o desejo espontâneo e constante de aproveitar plenamente nossa preciosa vida humana. Esse desejo é nosso melhor guia espiritual, pois nos conduz ao de caminhos espirituais corretos. Sem iss, por mais que os outros nos aconselham ou incentivem, não iremos praticar o Darma.

Certa ocasião, Aryadeva e Ashvaghosa estavam prestes a iniciar um debate. Ashvaghosa estava em pé na ssoleira da porta, com um pé dentro e outro fora. Para testar a sabedoria de Aryadeva, ele indagou: “Estou saindo ou entrando?”. Aryadeva disse: “Depende de tua intenção. Se quiseres sair sairás. Se quiseres entrar, entrarás”. Ashvaghosa nada pode replicar, pois o que dissera Aryadeva estava perfeitamente correto.

© Geshe Kelsang Gyatso & Nova Tradição Kadampa

Livros

O espaço de aprendizagem

Como Meditar
Retiro de Meditação
Sugestão para um programa de retiros
Sessão de Meditação
Preparação para Meditar
Postura de Meditação
Convicções Budistas
O que é mente?
Reencarnação
Compaixão
Renúncia
Carma
Sobre Buda
Os Ensinamentos de Buda
A Iluminação de Buda
Ordenação de Buda
Renúncia de Buda
O Nascimento de Buda
Mais
Glossário de termos budistas
Arte budista
Sobre o Tantra
Livros sobre o tantra
Mestres Tântricos
Apego & Tantra
Níveis do Tantra
Tantra autêntico
Sobre o Darma
Publicações sobre o Darma
Centros de Darma
A prática do Darma
A Roda do Darma
Budadarma